INPI participa de Seminário Internacional de IGs em Costa Negra

INPI participa de Seminário Internacional de IGs em Costa Negra

INPI participa de Seminário Internacional de IGs em Costa Negra

Comentários fechados em INPI participa de Seminário Internacional de IGs em Costa Negra
 

I Seminário Internacional de Indicações Geográficas acontece na Costa Negra

Dupim apresenta iniciativas do INPI na área de IG. Imagem: Arquivo INPI.

Dupim apresenta iniciativas do INPI na área de IG. Imagem: Arquivo INPI.

A cidade de Acaraú, no Ceará, sediou o I Seminário Internacional de Indicações Geográficas (IG) na Costa Negra. O evento realizado no Instituto Federal de Educação, entre os dias 14 e 16 de novembro, debateu e apresentou um panorama sobre o tema no Brasil e no exterior. Durante a solenidade de abertura, autoridades locais, produtores, expositores e organizadores do seminário destacaram a importância da IG para o desenvolvimento e defesa da produção local.

Ao longo do seminário, Luiz Claudio de Oliveira Dupim, coordenador de Fomento e Registro de Indicações Geográficas do INPI, ministrou curso e participou de mesa de debates sobre a importância das políticas públicas para o desenvolvimento das IGs brasileiras. Dupim ainda apresentou o projeto “Grandes eixos de concentração de IG no Brasil”.

– É um trabalho que visa a identificar produtos que possam vir a se beneficiar em diversas regiões do País – afirmou.

O seminário foi uma iniciativa da Associação de Carcinicultores da Costa Negra (ACCN), que obteve a certificação de Denominação de Origem em 2011. Costa Negra é a região do litoral oeste do Ceará que tem solo escuro rico em nutrientes, o que associado ao manejo e ao clima local proporciona qualidades diferenciadas ao camarão produzido em viveiros. A ACCN possui 23 associados e produz atualmente 9 mil toneladas de camarão por ano.

– A cidade vem crescendo social e economicamente. Tenho certeza de que a obtenção do certificado de Denominação de Origem (DO) para o camarão na Costa Negra contribui para esse processo – afirmou Maria Socorro Lima, advogada da ACCN e coordenadora do seminário.

A região da Costa Negra se destaca também pelo turismo. É composta por quatro municípios: Acaraú, Cruz, Itarema e Jijoca de Jericoacoara. Possui atualmente 33 fazendas de cultivo, um laboratório de produção de pós-larvas e três beneficiamentos para processamento de pescados em geral.

Troca de experiências
Representantes do Ministério da Indústria e Comércio do Paraguai, Gustavo Baez (foto abaixo) e Juan Barbosa destacaram a mudança na legislação de Indicações Geográficas naquele país. Segundo eles, o objetivo é proteger no mercado exterior a produção de Stevia – adoçante natural de origem vegetal, 50 a 300 vezes mais doce que o de cana de açúcar. Segundo os palestrantes, essa medida se alinha às práticas internacionais para IG.
– É uma evolução para o nosso país e contribuirá para a proteção da Stevia internacionalmente – Baez.
Ida Puzone, secretária executiva da Origin – Organization for an International Geographical Indications Network, ressaltou a importância da existência de políticas públicas que estimulem o aumento e a manutenção das IGs, contribuindo para o desenvolvimento econômico da região produtora. Ida destacou que a América Latina possui número muito inferior de IGs em comparação ao cenário europeu, no entanto com potencial de crescimento significativamente superior.
Segundo a secretária, notam-se ainda avanços na legislação brasileira no que se refere à IG. Enquanto na União Europeia protegem-se por Indicação Geográfica apenas vinhos e agro alimentícios, a legislação brasileira permite a proteção de produtos não agrícolas, como o artesanato e serviços. Encerrando sua palestra, ela revelou a intenção da Origin de realizar um grande evento internacional no Brasil em 2015.
– Seria uma forma de consolidar o trabalho extraordinário que o País vem fazendo na área. Aguardamos sua candidatura e buscamos parceiros.
A Origin é uma organização não governamental, sem fins lucrativos, que atua na área de Indicações Geográficas e com sede em Genebra, Suíça.

Publicado em 18/11/2013:

Fonte: INPI

Related Posts

Back to Top